GTS Network

 

Colunas


CARREIRA

Como está sua visibilidade na empresa?
Leila Navarro




Se você acha que funcionário fantasma é coisa só de repartição pública, está muito enganado. Acredite: o mundo corporativo também está cheio de assombrações! Diferentemente dos fantasmas públicos, que penduram o paletó ou a bolsa na cadeira e recebem salário sem trabalhar, os corporativos trabalham todos os dias, cumprem horários, seguem normas e obedecem a chefia. O problema é que o trabalho deles não faz diferença, não tem nenhuma visibilidade na empresa. Entende agora porque eu os chamo de fantasmas?

Agora, cá para nós: dá para ascender na carreira quando se é invisível para a organização? Pois é. Não basta trabalhar direitinho e fazer o que esperam que você faça. De alguma maneira você precisa se destacar, fazer o seu trabalho aparecer.

Para ter uma noção de como anda sua visibilidade, avalie honestamente a função que exerce. Se ela não requer que você assuma responsabilidades nem exige que recicle conhecimentos, é sinal de que não tem lá muita importância para a empresa – logo, não dá chances de visibilidade para você. Se for esse o caso, saia daí o quanto antes! Se puder, mude de função, ou no mínimo busque alternativas para expandir seu raio de ação. Que tal oferecer-se para contribuir com o trabalho de outros departamentos ou realizar novas tarefas? Seja como for, mexa-se, pois no mundo de hoje até funções ficam obsoletas. Pode levar algum tempo para a empresa descobrir que um cargo perdeu o sentido, e tomara que não seja o seu. De qualquer forma, você não vai ficar esperando que isso aconteça, vai?

Avalie também como são suas relações profissionais. Se os colegas não compartilham dúvidas nem lhe pedem sugestões, o chefe não parece ligar para o que você pensa e sua presença não costuma ser requisitada em projetos especiais, é porque você deve ser mesmo invisível. Mas não fique esperando que os outros o notem! Mostre-se mais interessado pelo que acontece além da sua mesa de trabalho, procure trocar mais informações com os colegas e aumentar a interação com os superiores. Reivindique tarefas mais complexas e maiores responsabilidades. Mostre do que você é capaz! Para ser visível você tem que ousar e correr riscos.

Tudo isso que eu falei até agora é o trivial, o método básico em matéria de visibilidade. Para entrar no método avançado, desenvolva-se em áreas de conhecimento em sua empresa tem carências. Dedique-se a identificar essas carências e vá atrás do que sua empresa precisa. A legislação, a tecnologia e necessidade de expandir mercados geram novas informações e conhecimentos todos os dias, e você pode ser uma das pessoas que está a par disso.  Procure também saber quais são os projetos estratégicos para o futuro do negócio. Quem são as pessoas que estudam o cenário de atuação da empresa daqui a cinco, dez, vinte anos? Aproxime-se delas! Seja a primeira delas, caso ninguém ainda faça isso onde você trabalha.

Não fique esperando que a empresa enxergue seu potencial. Mostre quem você é, apareça! Sua visibilidade profissional só depende de si mesmo.


Ver perfil deste colunista | Listar todas as colunas deste colunista